quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

A CORUJA

No fio da noite a coruja sonha
Com os olhos abertos da sabedoria
No fio da noite a coruja pia
Com as asas do sonho de filosofia
Nas asas da noite a coruja fia
O voo aberto pra um novo dia...

No dia, no açoite, na noite fria
Notívaga coruja se principia
No cismar diuturno de sua vigia
Guardiã da noite, parceira do dia.

Cobra, serpente, mulher, sabedoria
Noite profunda, aconchego, poesia
Homem, semente, sol e novo dia
Tudo, tudo, a coruja presencia...

No fio da noite, no raiar do dia
Guardiã do templo da Estrela Guia...

(Edilene-  SP 13/08/2006)












Nenhum comentário:

Postar um comentário